Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Nada pode tornar a alma de uma pessoa mais suave do que a compreensão de sua própria culpa e nada pode tornar um individuo mais duro do que o desejo de estar sempre certo
O Talmude
22/09/2022

Coaf fora da alçada do BC poderia ter mais informações para combater lavagem de dinheiro

Pierpaolo Bottini, professor do Departamento de Direito Penal da USP, afirmou que ponto central para fortalecer o combate a ilícitos não é aumentar penas, é fortalecer o órgão de controle

O ponto central para fortalecer o combate à lavagem de dinheiro no país não é aumentar penas ou algo do gênero, é fortalecer o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), segundo Pierpaolo Bottini, professor do Departamento de Direito Penal, Criminologia e Medicina Forense da USP.

Segundo ele, talvez fora da alçada do Banco Central o Coaf teria mais força, acesso a mais informações para o combate à lavagem de dinheiro. “A discussão sobre o Coaf estar debaixo do BC pode parecer um detalhe, mas não é. [Fora do BC] ele poderia ser um hub de monitoramento de informações, que não necessariamente são produzidas dentro do ambiente regulado do sistema financeiro”, comentou.

O especialistas ressaltou que o Coaf já faz um bom trabalho, mas precisa de mais recursos, tanto humanos como tecnológicos. “Ele lida com uma quantidade monstruosa de dados, que vem crescendo. O setor financeiro cumpre seu papel de comunicar, mas se não houver uma estrutura adequada para elaborar os relatórios de inteligência, o combate à lavagem de dinheiro vai ser unilateral.”

Bottini também falou sobre os criptoativos, que abrem uma possibilidade muito grande de lavagem de dinheiro. Segundo ele, esse segmento desregulamentado e descentralizado dificulta a identificação e rastreamento dos beneficiários finais. “Isso facilita o uso para práticas de crimes cambiais, de pirâmide. Não dá para falar de PLD sem falar desse mundo dos ativos digitais. Se os prestadores desse serviço desse ambiente não forem regulados, certamente teremos problemas.”

Fonte: Valor Investe

 
+ Clipagem

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br