Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Todas as criaturas vivas tem a mesma origem divina, todas elas são unidade. Todos nós somos membros de um grande corpo.
Leon Tolstoi
12/05/2020

Eu te entendo, Lima Duarte

Por Joaquim Ferreira dos Santos

Eu te entendo, Lima Duarte, e para deixar claro vou repetir aqui o tom da tua mensagem ao Flávio Migliaccio, um chamamento dolorido aos que ainda têm coragem e precisam demonstrá-la neste momento, “quando sentimos o hálito putrefato de 64, o bafio terrível de 68”.

Eu te entendo, pelo menos foi assim que captei a mensagem. Foi como se você chacoalhasse de novo na cara da nação as pulseiras de ouro, aqueles relógios ostentatórios que o Dias Gomes botou no pulso do Sinhozinho Malta - “tô certo ou tô errado?” - e gritasse a necessidade de o país acordar, de todos saírem desse estupor preguiçoso, uma nota de repúdio atrás da outra, e reagir de modo mais efetivo, “porque os que lavam as mãos fazem-no numa bacia de sangue”.

PUBLICIDADE

Promote health. Save lives. Serve the vulnerable. Visit who.int

Eu te entendo, Zeca Diabo, e sei muito bem que é preciso ser macho como os de antigamente para fazer o que você fez, colocar a cara na nova janela do mundo, a mensagem de vídeo pelo Whatsapp, e, com a autoridade de um dos valentes icônicos da rala galeria nacional, confessar emocionado o apavoramento de ver se aproximar novamente, 56 anos depois, a infâmia de uma ditadura.

Eu te entendo a sensibilidade histórica, grande ator, quando você relembra nostálgico a luta no Teatro de Arena, ao lado de Migliaccio, de Chico de Assis, para colocar em cena a dignidade do homem brasileiro mais humilde, a alma brasileira movida pela confraternização mais amorosa, pois hoje o país olha abestalhado um punhado irreconhecível de homens e mulheres que se apoderaram da bandeira e - que brasileiros são esses? - gritam palavras de ódio e retrocesso.

Eu te entendo, bom mineiro nascido na poesia de um povoado chamado Nossa Senhora da Purificação do Desemboque e do Sagrado Sacramento, eu te respeito a indignação por estar num tempo em que ontem morreu Sérgio Sant’Anna, anteontem Aldir Blanc, na outra semana Garcia-Roza, e em meio a isso tudo ainda há quem se esforce, sem essa de poesia, para que amanhã morram mais dez mil e seja de novo recuperada a máquina da economia.

Eu te entendo, Sassá Mutema, a tristeza de chegar a esta altura de tão linda aventura pelos palcos, pela televisão, depois de lutar contra o colonialismo cultural, e ter de se deparar com a falta de empatia, as leis ao léu, a bandeira americana tremulando no planalto central do país, e perceber que os personagens dos bons propósitos ficaram estigmatizados como ingênuos demais para o mercado e a nova grade da programação.

Eu te entendo a decepção, Lima Duarte, de chegar até aqui cheio de esperança numa espécie humana com melhor dramaturgia e, aos 90 anos, em meio à devastação dos velhos e da canastrice vitoriosa dos vilões autoritários, ser obrigado a prantear a morte do amigo suicida com o desabafo desassombrado de que você não teve a mesma coragem, mas – pelo menos foi isso que eu entendi, Lima Duarte - a escuridão está aí novamente, o medo é absoluto e aos sobreviventes só resta lutar.

Fonte: O Globo
 
+ Capa

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br