Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Todas as criaturas vivas tem a mesma origem divina, todas elas são unidade. Todos nós somos membros de um grande corpo.
Leon Tolstoi
25/03/2020

Empresários discutem, em conversas reservadas, prazo do confinamento

Abilio Diniz afirma que deixar pessoas sem renda, sem emprego e isoladas pode ser pior que a doença

Em círculos ainda restritos, empresários e executivos da área de varejo, shoppings e restaurantes têm discutido os riscos para seus negócios e para o emprego de uma prolongada quarentena. Segundo fontes ouvidas, isso ocorre como reflexo da indefinição e lentidão no anúncio de medidas de apoio aos setores por parte dos governos federal e estadual. há 6 minutos PUBLICIDADE Brasil 25/03/2020 Empresários discutem prazo do confinamento | Brasil | Valor Econômico https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/03/25/empresarios-discutem-prazo-do-confinamento.ghtml 2/8

Ontem, o empresário Abilio Diniz, presidente do conselho de administração da Península, levantou essa questão ao dizer que deixar milhões de pessoas sem emprego no país pode ser pior que a doença causada pelo coronavírus. Ainda afirmou que se deve trabalhar, se possível, com data para término da quarentena no país. “Tem ganhado força a visão de que devemos parar tudo por algumas semanas para conter a disseminação do vírus e adotar todos os preparativos para que, passado esse período, tomemos medidas para que a economia volte a funcionar, mas de forma diferente e mais segura”, publicou Abilio em sua página no Linkedin.

O empresário afirma que “deixar milhões de pessoas por meses sem renda, sem emprego, confinadas em residências muitas vezes precárias e sem conforto, pode ser pior que a própria doença” e deixar as pessoas “cada vez mais desesperadas”. Ainda afirma que “a decisão de retomar a vida produtiva do país após esse período de parada radical precisa ser tomada agora, para estarmos prontos”. Abilio afirma que isso pode ser feito de forma responsável, mantendo a proteção aos mais vulneráveis. “Vamos identificar e proteger os idosos e os grupos de risco por outras doenças pré-existentes [...]. Vamos construir hospitais de campanha, Parar economia é equívoco, defende o presidente do BB • 25/03/2020 Empresários discutem prazo do confinamento | Brasil | Valor Econômico https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/03/25/empresarios-discutem-prazo-do-confinamento.ghtml 3/8 ampliar leitos, ter mais testes, medicamentos, mais respiradores, proteger mais os médicos e o pessoal da saúde, e fazer tudo ao nosso alcance para poder colocar de novo a economia andando.”

O ambiente de maior incerteza estaria gerando essas discussões, diz o diretor de uma varejista ouvido pela reportagem. “Há muito temor e ansiedade nos varejistas hoje. Por isso ganha força esse debate sobre como fazer o retorno à alguma normalidade, obviamente que de maneira responsável e gradual, para evitar uma parada longa demais.” Segundo ele, há executivos do setor que defendem cautela maior na reabertura dos pontos, mesmo que leve tempo maior, pelo risco de que isso seja feito de forma prematura. Relaxar restrições poderia aumentar o número de pessoas contaminadas pelo vírus, e vai na contramão do que especialistas em saúde pública têm defendido.

“É necessário que haja mais testes do novo coronavírus para criar uma base de dados que permita analisar quais públicos poderiam ficar fora da quarentena, avalia o médico Pedro Batista, diretor-executivo da Prevent Senior, operadora de planos de saúde com foco em idosos e que registra o maior número de óbitos pela covid-19. “Ainda não temos base de dados de testes suficiente para fazer isolamento seletivo”, disse Batista, durante webinar organizado ontem pela XP. A quarentena seletiva vem sendo discutida nos últimos dias. Alguns acreditam que a economia deve ser retomada, mantendo afastados apenas os grupos de riscos, como idosos e pessoas com doenças crônicas. Outros, como o diretor da Prevent Senior, acham que não há segurança suficiente para o retorno porque a doença pode se propagar em larga escala.

“A quarentena é fundamental”, disse Batista, alertando sobre a resistência do vírus, que pode permanecer vivo por 72 horas em superfícies de alumínio. 25/03/2020 Empresários discutem prazo do confinamento | Brasil | Valor Econômico https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/03/25/empresarios-discutem-prazo-do-confinamento.ghtml 4/8 Em entrevista ao Valor na segunda-feira, a Abrasce, associação dos shopping centers, fez o mesmo questionamento de Abilio. Em algumas regiões do país, os empreendimentos devem voltar a funcionar após o dia 5 de abril, mas no Estado de São Paulo só depois de 30 de abril. O prazo pode se estender, a depender do cenário. “Será que é necessário mesmo que fiquemos fechados durante esse período? Não caberia tratar de uma reabertura paulatina, sempre respeitando, é claro, o ritmo de contágio?”, disse Glauco Humai, presidente da Abrasce.

Na manhã de ontem, o IDV publicou comunicado em que, pela primeira vez, levanta o aspecto da retomada imediata das operações logo que condições de saúde apontarem para essa possibilidade. O IDV tem entre seus associados redes como Magazine Luiza, GPA, Carrefour e Lojas Americanas. As 70 redes somam faturamento anual de R$ 345 bilhões, 750 mil empregos diretos e 30 mil lojas. Na nota, o instituto afirma que os associados “corroboram com a necessidade de fechamento de lojas e doações significativas no combate à pandemia, mas esperam um acompanhamento e análise em tempo real para que as operações sejam retomadas imediatamente, assim que certificada a segurança da saúde da população. O IDV diz que o governo “precisará irrigar fortemente a economia para que não haja um colapso, com demissões em massa, além da crise provocada na saúde pelo vírus”.

Fonte: Valor Econômico
 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br