Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Preciso de justiça ou então me destruirei a mim mesmo. E não de uma justiça em algum tempo ou lugar remoto, mas aqui na terra e que eu mesmo possa ver.
Dostoievski ( Os Irmãos Karamazov )
22/01/2020

Atraso nas aposentadorias não é problema, é “pedalada”

POR FERNANDO BRITO

A conversa fiada de que o governo pretende desembolsar R$ 9,7 bilhões para colocar em dia a fila de 2 milhões de aposentadorias que esperam análise do INSS só pode convencer os tolos.

Em primeiro lugar, porque o “estoque” – que bela maneira de tratar pessoas que têm uma vida inteira de trabalho – de pedidos de aposentadoria nada tem a ver com o fato de precisarem que o “sistema” seja atualizado com as novas regras estabelecidas pela “reforma previdenciária”.

São quase todos pedidos feitos com a regra anterior, que não têm nenhuma dificuldade em “rodar” nos sistemas da Dataprev, os mesmos que os processavam há anos.

O que está acontecendo é o adiamento proposital da concessão de benefícios porque estes quase R$ 10 bilhões não pagos foram a fonte a que se recorreu para completar os recursos faltantes para o Bolsa Família e para outras despesas do governo.

Os números divulgados pela Previdência perderam a credibilidade.

Falavam em 1,3 milhões de benefícios atrasados, dias atrás.

Agora falam em 2 milhões.

Dois milhões de aposentadorias não pagas, a R$ 1 mil cada uma, são R$ 2 bilhões. Como a média é de perto de R$ 1,3 mil, R$ 2,6 bi.

Atrase isso seis ou sete meses e pense no dinheiro que é, além o fato de continuarem pingando suas contribuições – quem é louco de parar? -. do IR recolhido quando tudo é pago acumulado e as retenções de FGTS e PIS/Pasep…. É uma “pedalada fiscal” pra Janaína nenhuma botar defeito.

Sem contar que milhares destas pessoas estão sem emprego e muitas vezes sequer vão viver até o “eldorado” miserável de receber os parcos proventos a que têm direito.

Dois milhões de de pessoas privadas de seu direito básico de se aposentarem é uma crueldade que, quem sabe, a mídia agora esteja se dando conta.

Fonte: Tijolaço
 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br