Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

A vida que nós recebemos nos foi dada não para que simplesmente a admiremos, mas para que estejamos sempre a procura de uma verdade escondida dentro de nós.
John Milton
17/01/2020

Desempenho ruim de indústria e comércio derruba previsões

Dados apontam retomada ainda frágil e podem afetar também previsões de crescimento para 2020, dizem especialistas

RIO - A interrupção dos resultados positivos dos indicadores econômicos da indústria e de serviços, além da frustração com o resultado do comércio em novembro, divulgados pelo IBGE nos últimos dias, começaram a colocar em xeque a perspectiva de crescimento da economia brasileira para o quarto trimestre de 2019.

PUBLICIDADE

Ads by Teads

Apesar de alguns economistas permanecerem otimistas, eles admitem que os dados apontam uma retomada ainda frágil, o que pode afetar também as projeções para 2020.

BC: Prévia do PIB avança 0,18% em novembro

A Pesquisa Mensal Industrial (PMI) apontou queda de 1,2% frente a outubro, interrompendo sequência de três meses consecutivos de alta mensal do indicador. Esse resultado se deveu, em grande parte, à crise na Argentina. No setor de serviços, houve retração de 0,1% em novembro, depois de dois meses seguidos no azul. No comércio, houve ganho de 0,6%, mas o ritmo de crescimento diminuiu. Foi o pior novembro desde 2016.

Na quarta-feira, o banco Safra revisou sua estimativa de 0,7% para 0,5%, enquanto a gestora Novus Capital reduziu sua projeção de 0,6% para 0,4%.

Saiba: quais cidades brasileiras têm o maior PIB por habitante

- Isso mostra uma economia ainda fraca, também por questões estruturais de baixa competitividade. Há uma recuperação cautelosa, mas os dados sinalizam que não é para ter essa euforia de retomada forte e consistente - diz Sérgio Vale, economista da MB Associados.

Em relatório, o Banco BMG apontou que o desempenho da economia em novembro abre espaço para um novo corte de 0,5 ponto percentual da taxa básica Selic em fevereiro.

PUBLICIDADE

— Isso corrobora a visão de que o PIB terá uma desaceleração no primeiro trimestre, assim que passarem os efeitos de estímulo do FGTS. O consumo cresceu forte no terceiro e no quarto trimestres, mas o nível está inflado devido à liberação do FGTS — diz Luka Barbosa, economista do Itaú.

Administração: Um em cada três municípios não gera receita suficiente para sustentar prefeitura e Câmara, diz estudo da Firjan

Ele explica que, em dezembro, os indicadores que servem como prévia da atividade econômica apontam retração, como o fluxo de caminhões em rodovias pedagiadas (-1,8%), produção de veículos (-3,9%) e de papel ondulado (-0,2%). Com isso, o crescimento no quarto trimestre deve ficar em torno de 0,5% e, nos três primeiros meses deste ano, em 0,3%.

Analistas ressaltam, porém, que a volatilidade dos indicadores é natural em uma economia que ainda não ganhou tração. Eles ressaltam que, observando-se a comparação anual, é possível encerrar o ano com crescimento em torno de 1,2%, Os números fechados de 2019 só serão conhecidos em março.

Por um lado, há a decepção com os dados de novembro. Mas, por outro, os índices de confiança e os dados anuais permitem maior otimismo, diz Luis Otávio Leal, economista-chefe do Banco ABC:

— São oscilações das estatísticas normais em um momento de recuperação.

Fonte: O Globo
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br