Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O sabio que tudo sabe é aquele que sabe que nada sabe.
Platão
04/10/2019

Há um movimento orquestrado para privatizar universidades, diz professor da Unesp

Presidente da Adunesp avalia que Future-se e ações realizadas nas instituições estaduais visam o mesmo fim: privatizar universidades

Publicado por Redação RBA

Para o presidente da Adunesp, ideia dos governos atuais é alinhar as universidades com os interesses do mercado

São Paulo – O presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual Paulista (Adunesp), João Chaves, observa que existe uma movimento coordenado no país para privatizar universidades públicas, estaduais e federais. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Chaves alerta que a ação pode destruir o desenvolvimento acadêmico e tecnológico no país.

“Tanto o Future-se quanto as iniciativas que estão sendo tomadas no estado de São Paulo, de asfixia financeira das universidades, e as medidas que estão sendo tomadas por alguns reitores, caminham na mesma direção. Ocorre que, em nenhum lugar do mundo, as universidades importantes são financiadas pela iniciativa privada”, afirmou.

Para Chaves, a ideia de financiar universidades por investimentos da iniciativa privada – na prática, privatizar universidades – pode ser um desastre para o desenvolvimento científico e do pensamento crítico, já que a pesquisa acadêmica é muito mais ampla que os interesses dos investidores.

“Existem interesses, linhas de pesquisa, que não tem objetivo imediato de lucro, o que é fundamental para a iniciativa privada. Universidade e mercado não podem caminhar na mesma direção, ter a mesma lógica de funcionamento”, diz o presidente da Adunesp.

Apesar de todos os problemas de subfinanciamento e das atuais ações de perseguição contra professores e estudantes, o Brasil é um dos maiores produtores de artigos científicos do mundo, na avaliação do professor. “O Brasil é o 13º país na produção de artigos acadêmicos. Está à frente, por exemplo, da França, da Suécia, da Holanda, da Turquia. Isso não é pouca coisa. Entre as 100 universidades brasileiras que mais produzem, as três paulistas são as primeiras. E elas produzem hoje, cerca de 30% de toda produção acadêmica nacional”, afirmou, argumentando contra a ideia de privatizar universidades.

No caso das perseguições, João Chaves destaca a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada na Assembleia Legislativa de São Paulo, que oficialmente deve analisar os gastos das instituições, mas tem servido de palanque a perseguições ideológicas.

“Preocupa muito a CPI porque ela tem se pautado por um conjunto de ataques às universidades. A maior parte dos deputados que a compõem tem pouco entendimento do que são essas universidades. Há também um tratamento, para dizer o mínimo, deselegante com os reitores, os pró-reitores, enfim, as pessoas que têm ido prestar depoimento à CPI. Isso é lamentável”, afirmou.

 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br