Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Trabalha sempre. Não pense que o trabalho seja um desastre para você, nem busque elogios ou premiação por ele.
Marco Aurélio
13/08/2019

Deputado quer folga ao trabalhador a cada sete domingos

Com a Medida Provisória n.º 881, batizada de MP da Liberdade Econômica, perdendo a validade no fim do mês, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), relator da medida, enviou nesta sexta-feira, 9, aos líderes um novo texto.

Entre as mudanças está a possibilidade de que empregados trabalhem aos domingos, desde que seja dada uma folga nesse dia a cada sete semanas.

Acordado com o governo, a intenção do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é votar essa versão no plenário da Casa na próxima terça-feira.

A nova redação, obtida pelo Estadão/Broadcast, manteve alterações na legislação trabalhista feitas por Goergen ainda na Comissão Especial que analisou a matéria, como a permissão de trabalho em domingos e feriados.

No relatório aprovado na Comissão Especial era obrigatória uma folga no domingo a cada quatro semanas. O novo texto prevê que esse repouso se dê nesse dia pelo menos uma vez a cada sete semanas.

Outra alteração incluída no novo texto é a criação de um documento único para operação de transportes, que conterá todos os dados tributários, logísticos, sanitários e outros – o chamado Documento Eletrônico de Transporte. A unificação dos documentos havia sido prometida pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, em negociação com caminhoneiros.

A emenda redigida agora por Goergen retirou pontos que criaram polêmica e que haviam sido incluídos por ele em seu relatório ainda na Comissão Especial, que apreciou o texto em julho.

Deixou de fora, por exemplo, artigo que desobrigava empresas ou locais de obras com menos de 20 trabalhadores de constituir Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Essa era uma das principais reclamações da oposição.

Também saíram do texto o fim do adicional de periculosidade para motoboys, a ampliação de receitas com corridas de cavalo e a possibilidade de termo de compromisso lavrado por autoridade trabalhista ter precedência sobre ajuste de conduta como os firmados pelo Ministério Público.

“O presidente Rodrigo Maia pediu para fazermos alterações. Foram detalhes que trariam um pesado debate em plenário e poderiam inviabilizar a votação da MP”, afirmou Goergen.

Em entrevista ao Estadão/Broadcast na quarta-feira, o secretário especial de Desburocratização e Gestão do Ministério da Economia, Paulo Uebel, havia antecipado que esses pontos deveriam ficar de fora.

Também foi retirada do texto a previsão de anistia de multas por descumprimento à tabela do frete. De acordo com Georgen, isso foi acordado com o governo, que está negociado um acordo com caminhoneiros e se comprometeu a resolver as questões da multa nessa negociação.

Foram mantidas ainda alterações feitas pelo relator como a possibilidade de bancos abrirem aos sábados e de, após acordo, os trabalhadores baterem ponto “por exceção”, marcando apenas horários de entrada e saída fora do habitual.

A nova emenda enxugou o texto e manteve a redação mais próxima à original, enviada pelo governo. Foram preservados pontos dos quais o governo disse não abrir mão, como artigos da “declaração de direitos da liberdade econômica”, que preveem, por exemplo, o fim da necessidade de licenças e alvarás para negócios de baixo risco, e a proibição do “abuso regulatório”, como a criação de regras para leis para reserva de mercado ou controle de preço.

De Estadão

Tagged congresso Jerônimo Goergen MP da Liberdade Econômica Trabalhador trabalho

Navegação de Post

MBL elabora plano impossível: polarizar sem ser estúpido‘Democracia não funciona quando há fome’, diz pesquisadora alemã

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PT vai à Justiça contra armação sobre PCC

12 de agosto de 2019

#13A: estudantes voltam às ruas em defesa da Educação

12 de agosto de 2019

Delator recua e diz que não foi coagido a falar de Lula

12 de agosto de 2019

Lula parabeniza Fernández e Kirchner por vitória nas urnas

12 de agosto de 2019

CNMP deve analisar pedido de afastamento de Deltan amanhã

12 de agosto de 2019

YOUTUBE

FACEBOOK

Facebook

LINKS

Altamiro Borges

Amigos do Presidente Lula

Blog do Mello

Blogueiras Negras

Blog do Sakamoto

Brasil 247

Brasil de Fato

Caros Amigos

Carta Capital

Cynara Menezes

DCM

Dilma Rousseff Facebook

Dilma Rousseff Twitter

Eduardo Guimarães Facebook

Eduardo Guimarães Twitter

Empório do Direito

Esmael de Moraes

Fundação Perseu Abramo

Jornalista Livres Facebook

Justificando

Le Monde Diplomatique

Luis Nassif

Lula Facebook

Lula Instituto

Lula site

Lula Twitter

Maria Frô

Mídia Ninja

Nocaute

O Cafezinho

Professor Hariovaldo

Rede Brasil Atual

Revista Forum

Rodrigo Vianna

Sputnik

Sul 21

The Intercept

Tijolaço

TVT

Ultrajano

Vermelho

Viomundo

CALENDÁRIO

agosto 2019

D S T Q Q S S

« jul

1 2 3

4 5 6 7 8 9 10

11 12 13 14 15 16 17

18 19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30 31

CATEGORIAS

Análise

Ativismo político

Aviso

charge

Convite

Crônica

Debate

denúncia

Destaque

Documentário

economia

Enquete

entrevista

Esclarecimento

Humor

livro

Manifesto

Memes que falam

Noticiário

Opinião

Opinião do blog

Reportagem

Resistência ao Golpe de 2016

Sem categoria

Sorteio

Todos os posts

TV Cidadania

Últimas notícias

TAGS

#vazajato Alckmin bolsonaro brasil datafolha deltan dallagnol dilma ditadura militar eduardo bolsonaro eleições 2018 EUA fake news fernando haddad flávio bolsonaro folha de são paulo glenn greenwald globo governo Bolsonaro haddad Jair Bolsonaro joão dória lava jato lula lula livre MEC moro prisão psdb psl pt reforma da previdência rio de janeiro sergio moro serra STF stj são paulo temer the intercept trf4 triplex tse Vaza Jato veja venezuela

CC 3.0 - O crédito ao Blog da Cidadania é obrigatório.

 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br