Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Jamais culpe o seu próximo antes de ter estado em seu lugar.
O Talmude
18/07/2019

Paraná recebe Ciclo de Conscientização para discutir trabalho infantil e saúde do produtor rural

O evento, que acontece desde 2009, já conta com a participação de mais de 25 mil pessoas de 60 municípios e tem como objetivo levar informação sobre a importância da sustentabilidade do negócio

Julho 2019 – Promovido pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e empresas associadas, com apoio da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), o 11º Ciclo de Conscientização sobre Saúde e Segurança do Produtor e Proteção da Criança e do Adolescente, reuniu um público de aproximadamente 700 produtores de tabaco e autoridades locais nas cidades de Ivaí e Rebouças, no Paraná.

O evento, que acontece desde 2009, atende aos acordos firmados perante o MPT-RS e MPT-Brasília e já conta com a participação de mais de 25 mil pessoas de 60 municípios, e tem o objetivo de discutir temas importantes como trabalho infantil, utilização da vestimenta de colheita e cuidados no manejo de agrotóxicos.

O Brasil é o 2º produtor mundial de tabaco e o maior exportador dentro de um mercado externo que busca a produção sustentável, com garantias de que não foi utilizada mão de obra infantil ou que existiram danos à saúde e segurança dos produtores rurais. Seguindo este raciocínio, o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke, reforça que “iniciativas como estas são importantes para conscientizar os produtores rurais sobre os cuidados à saúde do trabalhador e o bem-estar de todos os envolvidos na cadeia produtiva”.

Para o executivo, “a família é a primeira escola da criança onde valores essenciais são adquiridos, é um local de crescimento pessoal e transmissão de cultura entre as gerações”. O executivo explica que os processos mudaram, tanto na forma de se comunicar, como no modo de gerir a propriedade. “Os jovens precisam estar hoje muito melhor preparados para enfrentar os desafios da vida e o aprendizado obtido na escola é fundamental tanto para o desenvolvimento pessoal como para o profissional. A educação hoje é a melhor herança que podemos deixar para os nossos filhos”, complementa.

O gerente de assuntos ambientais da Afubra e coordenador geral do Projeto Verde é Vida, Adalberto Huve, endossa o movimento e reforça que esse trabalho coletivo de conscientização é muito importante para manter a credibilidade do setor. “Nós sabemos o quanto a produção do tabaco é relevante aqui no Sul do Brasil. Se todos nós trabalharmos em conjunto para levar o conhecimento e esclarecimento à cadeia produtiva a sustentabilidade do negócio se torna muito mais nobre, resultando num produto com muito mais qualidade”.

Os municípios de Ivaí, com uma produção de quase 5 mil toneladas de tabaco, e Rebouças, com mais de 3,5 mil, estão entre os maiores produtores da folha no Paraná, estado responsável por aproximadamente 20% do processo produtivo no País. O Prefeito Municipal de Rebouças, Luiz Everaldo Zak, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rebouças, Vanderson de Souza Andrade, os presidentes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e do Sindicato Rural de Ivaí, Claudinei Brylak e David Ribeiro, além de diversas autoridades locais, acompanharam a programação que iniciou com um bate-papo sobre proteção da criança e do adolescente com a participação do procurador aposentado pelo Ministério Público do Trabalho, Veloir Dirceu Fürst, e da advogada e socióloga, Dra. Ana Paula Motta Costa. Em um vídeo em formato de perguntas e respostas, eles responderam questionamentos comuns dos produtores sobre o tema trabalho infantil.

No Brasil, o decreto 6481/2008 regulamentou duas convenções internacionais, seguindo a recomendação da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o que colocou o tabaco na lista de formas de trabalho e, portanto, proibidas para menores de 18 anos. O trabalho infantil se caracteriza ao utilizar crianças ou adolescentes para substituir a mão de obra adulta necessária, privando-a de educação ou de momentos de lazer.

Na sequência, o Dr. NikoTino trouxe informações sobre a correta aplicação, manuseio e armazenagem de agrotóxicos, bem como sobre a utilização da vestimenta de colheita. Conheça alguns dos pontos destacados por ele ou assista ao vídeo completa no canal do SindiTabaco no Youtube.

Somente utilizar agrotóxicos registrados, de acordo com a receita agronômica;

Manter o pulverizador em perfeitas condições de uso e sem vazamentos;

Durante o manuseio e aplicação de agrotóxicos, sempre utilizar o EPI;

Não permitir a aplicação por menores de 18 anos, idosos e gestantes;

Armazenar os agrotóxicos em armário feito de material resistente, chaveado e destinado somente para esse fim, com acesso restrito a trabalhadores orientados a manuseá-los;

Não reutilizar embalagens vazias de agrotóxicos para qualquer fim;

Realizar a tríplice lavagem da embalagem vazia de agrotóxico, utilizando o EPI;

Sinalizar áreas tratadas com agrotóxicos com placa específica para este fim;

Usar sempre luvas impermeáveis e vestimenta específica para a colheita;

Evitar colher quando as folhas estiverem molhadas pela chuva ou orvalho;

Dar preferência aos horários menos quentes do dia para a colheita do tabaco;

Além do momento da colheita, o produtor deve ficar atento durante o desponte, o carregamento e a cura/secagem das folhas.

O encerramento ficou por conta da peça teatral Rádio Fascinação, encenada pelo grupo de atores de Santa Cruz do Sul (RS), Espaço Camarim, que também interagiu com o público e relembrou os principais pontos de forma lúdica e bem-humorada.

Assista

 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br