Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O bom texto não é escrito, é reescrito
Ovídio
12/06/2019

Reforma trabalhista faz Brasil entrar na ‘lista suja’ da OIT novamente

Impactos da reforma trabalhista de 2017 levaram a OIT a colocar os olhos no Brasil

Em conferência da Organização Internacional do Trabalho, que teve início esta segunda-feira 10, o Brasil descobriu que estava prester a ser o próximo nome da ‘lista suja’ da OIT, que investiga países que violam direitos trabalhistas. A decisão do Comitê do órgão aponta irregularidades em relação a reforma trabalhista de Michel Temer, e foi concretizada nesta terça-feira 11 pela manhã, em Genebra.

No evento, estão previstas figuras internacionais como Angela Merkel (primeira-ministra da Alemanha), Emmanuel Macron (presidente da França) e outros líderes mundiais. O governo Bolsonaro, no entanto, não mandou nem um ministro e encarregou o secretário do Trabalho. Bruno Dalcomo, de tentar sugerir mudanças nas regras do processo da lista. A informação é da coluna do jornalista Jamil Chade.

Sem acatar à decisão, o Brasil e outros países da América Latina teriam defendido uma “revisão dos métodos de trabalho” do órgão, que mesmo assim incluiu o País em uma lista de 24 nações que mais violam direitos trabalhistas. A lista inclui Honduras, Uruguai, Egito, Turquia, Mianmar, Iraque, Yemen, Etiópia, entre outros.

Não é a primeira vez que o Brasil entra na mira da OIT – e as motivações são as mesmas. Em 2018, a Organização também incluiu o País na lista, informando acompanhar as tramitações da reforma trabalhista, mas não houve denúncia póstuma.

Ainda segundo a coluna de Jamil Chade, o governo enviou nota avisando que não aceitaria interferência da OIT no que chamou de “assuntos domésticos brasileiros”. Com um greve geral marcada para a próxima sexta-feira 14 e uma crise institucional propulsionada pelo ministro da Justiça Sergio Moro, a notícia não pode ser boa para Bolsonaro.

 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br