Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

A vida que nós recebemos nos foi dada não para que simplesmente a admiremos, mas para que estejamos sempre a procura de uma verdade escondida dentro de nós.
John Milton
02/04/2019

Partidos querem desidratar reforma e tirar-lhe injustiças

“Centrão” e oposição divulgam notas em que questionam pontos da reforma da Previdência, como o regime de capitalização, a desconstitucionalização da Previdência, as mudanças no BPC, e a mudança nas regras da aposentadoria rural.

Partidos querem desidratar reforma e tirar-lhe injustiças

Imprimir E-mail

Categoria: Agência DIAP

Publicado em Terça, 26 Março 2019 17:13

Pin It 2 Share

“Centrão” e oposição divulgam notas em que questionam pontos da reforma da Previdência, como o regime de capitalização, a desconstitucionalização da Previdência, as mudanças no BPC, e a mudança nas regras da aposentadoria rural.

oposicao pec 6 19

A reforma da Previdência, configurada na PEC 6/19, sofreu abalos na Câmara dos Deputados, na manhã desta terça-feira (26). Partidos do “Centrão” e da oposição divulgaram notas em que questionam pontos da proposta do governo Bolsonaro.

A nota do “Centrão”, assinada pelos líderes de 10 partidos — PR, SD, PPS, DEM, MDB, PRB, PSD, PTB, PP e PSDB — se posiciona contra a inclusão do Benefício Assistencial de Prestação Continuada (BPC) e da aposentadoria rural na proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19). E ainda contra a desconstitucionalização da Previdência.

nota centrao pec 6 19

Os líderes afirmam que, “considerando que qualquer reforma previdenciária deve ter como princípios maiores a proteção aos mais pobres e mais vulneráveis, decidiram retirar do texto a parte que trata de forma igual os desiguais e penaliza quem mais precisa”.

Os deputados também são contrários à desconstitucionalização da Previdência. Segundo eles, manter as regras na Constituição é uma forma de “garantir segurança jurídica a todos que serão impactados por essa tão importante e necessária reforma”.

Oposição

A nota da oposição, assinada pelos líderes de 6 partidos — PDT, PT, PCdoB, PSB, PSol e Rede — além dos líderes da Minoria e da Oposição é mais extensa e pontualmente decidem rejeitar a proposta já na CCJ.

nota oposicao1 pec 6nota oposicao2 pec 6

E ainda querem debater “em torno de propostas que garantam a sustentabilidade da Previdência Pública, incluindo a eliminação de distorções e privilégios, o reforço das fontes de financiamento por meio da taxação de lucros e dividendos, das grandes fortunas e os juros sobre capital próprio, revisão de isenções e desonerações e o combate à sonegação”.

Análise

Por falta de articulação e interlocução, o governo enreda-se em torno da incapacidade de fazer sua agenda avançar. Mais preocupado com o debate ideológico mais rebaixado perde terreno no Legislativo.

A prevalecer as considerações levantadas nas notas divulgadas pelo “Centrão” e a oposição, a proposta será bastante desidratada com a retirada do regime de capitalização e também da desconstitucionalização, 2 pilares da proposta do governo.

Finalmente, pelo conteúdo de ambas as notas, a narrativa do governo de que a reforma é justa com os mais pobres foi demolida.

 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br