Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Quanto mais corrupto for o país, mais leis ele terá
Tácito
22/03/2019

Centrais realizam dia nacional de luta contra reforma da Previdência nesta sexta

A CUT, centrais sindicais e movimentos sociais realizam nesta sexta-feira (22) o Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência. O objetivo é protestar contra a reforma encaminhada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional que acaba com as chances de milhões de trabalhadores de se aposentar. É um “esquenta” para a greve geral que os trabalhadores vão fazer se o governo insistir em aprovar essa proposta perversa.

Para presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, “a proposta do governo Bolsonaro não acaba com privilégios, mas acaba com a aposentadoria de milhares de trabalhadores e trabalhadoras, que não vão conseguir se aposentar e muitos se aposentarão com benefícios de menos de um salário mínimo. E os que já estão aposentados terão o valor dos benefícios achatados. A reforma de Bolsonaro é muito pior do que a do golpista Michel Temer (MDB”.

Nespolo lembra que, em 28 de abril de 2017, a classe trabalhadora fez a maior greve geral da história do país e conseguiu barrar a proposta de Temer. Mais de 45 milhões de trabalhadores em todo o país cruzaram os braços para defender a direito à aposentadoria.

O dirigente da CUT-RS considera que a reforma de Bolsonaro significa o “maior retrocesso da história, superando a maldita reforma trabalhista de Temer, que acabou com direitos, aumentou a precarização do trabalho, jogou milhões de trabalhadores na informalidade e, ao contrário do que prometeram, não reduziu o desemprego no país”.

Em Porto Alegre haverá um ato das centrais, às 18h, na Esquina Democrática. Também serão realizadas manifestações em várias cidades do interior gaúcho. Em Caxias do Sul, a ato ocorrerá às 17h, na Praça Dante Alighieri. Já em Pelotas, o ato terá lugar no Mercado Público da cidade, às 18h. Em Passo Fundo, haverá um ato às 17h, na Esquina Democrática.

Em Santa Maria, as atividades acontecerão às 17h30, na Praça Saldanha Marinho. Em Ijuí haverá aulas públicas às 9h e às 14h, na Praça da República.

Haverá também panfletagens e manifestações em Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Erechim, Igrejinha, Novo Hamburgo, Estância Velha, Rio Grande, São Leopoldo e Taquara, Santa Rosa dentre outros municípios.

 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br