Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Jamais culpe o seu próximo antes de ter estado em seu lugar.
O Talmude
25/09/2018

Manifesto contra o autoritarismo compara Bolsonaro aos "aventureiros" Jânio e Collor

Mais de 300 artistas e intelectuais assinaram documento para pedir responsabilidade histórica aos eleitores brasileiros

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

Cerca de 300 artistas, intelectuais e formadores de opinião se uniram para repudiar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) e seu projeto de governo conservador e autoritário. Eles deixaram de lado as divergências políticas para denunciar um projeto "aventureiro", baseado em uma falsa ideia de redenção, e comparam as promessas do líder das pesquisas aos "desastres" políticos vividos com as eleições de Fernando Collor e Jânio Quadros.

O Manifesto Democracia Sim ressalta que é preciso ter responsabilidade histórica sobre as escolhas, principalmente em relação a "projetos que negam a existência de um passado autoritário no Brasil, flertam explicitamente com conceitos como a produção de nova Constituição sem delegação popular".

O texto também relembra posicionamentos polêmicos de Jair Bolsonaro e "declarações francamente xenofóbicas e discriminatórias contra setores diversos da sociedade".

Entre as assinaturas do manifesto, encontram-se eleitores declarados de quase todos os demais candidatos. Em comum, eles identificam que Bolsonaro é "uma ameaça ao patrimônio civilizatório primordial".

O médico Dráuzio Varella, o ex-jogador Walter Casagrande Jr., o jornalista Juca Kfouri, o cineasta Walter Salles, o músico Caetano Veloso e a atriz Alessandra Negrini são algumas das personalidades que abraçaram o projeto.

Mulheres

Para além do manifesto, a imagem da candidatura de Bolsonaro tem sido alvo de protestos populares dentro e fora do país. No sábado, dia 29, militantes do grupo "Mulheres Contra Bolsonaro" devem se reunir no Largo da Batata, em São Paulo, a partir das 15 horas.

A mobilização para as manifestações de sábado coincide com a popularização, nas redes sociais, dos slogans #elenão #elenunca, em referência ao candidato do PSL. Durante a semana, o Brasil de Fato vai publicar a agenda dos protestos nas principais cidades do país.

Sem comparecer a debates e fazer campanha nas ruas desde que foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro, Bolsonaro tem o maior índice de rejeição: 43%, segundo a pesquisa Datafolha divulgada no dia 20.

De acordo com a Frente Internacional Brasileiros Contra o Golpe (Fibra), entre os dias 25 de setembro e 3 de outubro, estão confirmados 19 atos pela democracia e contra Bolsonaro em todo o mundo.

 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br