Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Trabalha sempre. Não pense que o trabalho seja um desastre para você, nem busque elogios ou premiação por ele.
Marco Aurélio
27/08/2018

PT pretende revogar teto de gastos caso vença eleição, diz Haddad

Em entrevista em Mossoró, no Rio Grande do Norte, Fernando Haddad falou que projeto do partido para a Presidência da República inclui alcançar 12 milhões de universitários no país.

Por G1, Brasília

24/08/2018 09h39 Atualizado 24/08/2018 13h47

Fernando Haddad ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN) em entrevista à imprensa em Mossoró (RN) (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca) Fernando Haddad ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN) em entrevista à imprensa em Mossoró (RN) (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)

Fernando Haddad ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN) em entrevista à imprensa em Mossoró (RN) (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)

O candidato a vice na chapa do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira (24) em Mossoró, no Rio Grande do Norte, que um eventual governo do partido vai revogar o teto de gastos públicos estabelecido pelo presidente Michel Temer como uma das medidas para conter o déficit público.

Em agenda de campanha, ele participou de entrevista coletiva ao lado da senadora Fátima Bezerra (PT-RN). Haddad também participou de carreata, a partir do mercado central, para inauguração de comitê do partido na cidade.

"Pretendemos revogar o teto de gastos. Ele inviabiliza a gestão pública ao manter gastos congelados por 20 anos", disse Haddad. "O Estado não precisa crescer desmedidamente, mas precisa cumprir o que está na Constituição. Saúde e educação são direitos; segurança pública é direto social. Não podemos deixar", completou.

O teto de gastos foi aprovado pelo governo Michel Temer (MDB), em 2016. A medida prevê que os gastos da União, durante período de 20 anos, só poderão aumentar de acordo com a inflação do ano anterior. O objetivo alegado pelo governo é reequilibrar as contas públicas e impulsionar o crescimento econômico.

Haddad já havia criticado o teto de gastos nesta quinta-feira (24) em ato sobre educação em João Pessoa (PB).

Fernando Haddad durante carreata nesta sexta (24) em Mossoró (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca) Fernando Haddad durante carreata nesta sexta (24) em Mossoró (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)

Fernando Haddad durante carreata nesta sexta (24) em Mossoró (Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca)

Educação

Na chegada ao evento, Haddad disse que a proposta do PT é retomar o desenvolvimento e defendeu mais oportunidades na educação. "Vamos retomar o país, o desenvolvimento, a educação, a geração de emprego. O país está cansado deste governo", disse.

"Vamos multiplicar oportunidades na educação. Já temos 8 milhões de universitários no Brasil. Tem que crescer mais – chegar a 10, 11, 12 milhões. Aí sim, vamos educar uma geração inteira, para que ela possa educar a próxima", completou.

Fernando Haddad durante agenda de campanha em Mossoró (RN)

Fernando Haddad durante agenda de campanha em Mossoró (RN)

Lula

Fernando Haddad, candidato a vice-presidente na chapa do PT, representa o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha. Lula está preso desde abril em Curitiba e teve a candidatura questionada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Pelos critérios da lei da Ficha Limpa ele é considerado inelegível, por ter sido condenado em segunda instância. Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP).

Desde o início das investigações, o ex-presidente nega ser o dono do imóvel e afirma ser inocente. A defesa de Lula também reafirma desde o começo do processo que o petista não cometeu crimes antes, durante ou depois do mandato.

ELEIÇÕES 2018

Candidatos à Presidência

Guia do eleitor

Pesquisas eleitorais

Fernando Haddad

Lula

PT

Fonte: O Globo
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br