Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Nossos pensamentos, conforme forem bons ou maus, podem nos conduzir ao paraíso ou ao inferno; isso não acontece nem no céu nem embaixo da terra, mas aqui, nessa vida.
Lucy Malory
06/07/2018

'Diário Oficial' publica em edição extra nomeação de Eliseu Padilha como ministro interino do Trabal

O "Diário Oficial da União" publicou em edição extra nesta quinta-feira (5) a nomeação do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB-RS), como ministro interino do Trabalho.

O colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti já havia informado que o presidente Michel Temer tinha escolhido Padilha para a função.

Um dos principais conselheiros de Temer, Eliseu Padilha acumulará as funções de chefe da Casa Civil e do Ministério do Trabalho.

Ele assume a pasta após Helton Yomura, alvo de uma operação da Polícia Federal, pedir demissão do cargo (leia detalhes mais abaixo).

A nomeação de Padilha é assinada por Michel Temer e pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim.

Decreto do presidente Michel Temer publicado no 'Diário Oficial' (Foto: Reprodução) Decreto do presidente Michel Temer publicado no 'Diário Oficial' (Foto: Reprodução)

Decreto do presidente Michel Temer publicado no 'Diário Oficial' (Foto: Reprodução)

Operação da PF

Helton Yomura foi alvo da 3ª fase da Operação Registro Espúrio, que apura irregularidades na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.

A operação investiga a atuação de uma suposta organização criminosa integrada por políticos e servidores da pasta que teria atuado para fraudar os registros.

Ex-diretor do ministério pediu 'faz-me rir', diz investigado

Antes de pedir demissão, Yomura foi afastado do cargo por determinação do ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O ex-ministro do Trabalho Helton Yomura, nesta quinta-feira (5), ao deixar a sede da Polícia Federal em Brasília (Foto: Adriano Machado/Reuters) O ex-ministro do Trabalho Helton Yomura, nesta quinta-feira (5), ao deixar a sede da Polícia Federal em Brasília (Foto: Adriano Machado/Reuters)

O ex-ministro do Trabalho Helton Yomura, nesta quinta-feira (5), ao deixar a sede da Polícia Federal em Brasília (Foto: Adriano Machado/Reuters)

Versão do ex-ministro

Em nota, a defesa de Yomura afirmou que ele não cometeu nenhum ato ilícito e que "nega veementemente qualquer imputação de crime ou irregularidade".

Na carta de demissão enviada ao presidente Michel Temer, à qual o G1 teve acesso, Yomura afirmou:

"Estou ciente de que jamais pratiquei ou compactuei com qualquer ilicitude ou irregularidade nos cargos que ocupei no Ministério do Trabalho".

Nota do Planalto

Leia abaixo a íntegra da nota na qual a Presidência comunicou a demissão de Yomura:

Nota à Imprensa

O presidente Michel Temer recebeu e aceitou o pedido de exoneração do ministro do Trabalho, Helton Yomura. O presidente agradeceu sua dedicação à frente da pasta.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

Fonte: g1
 
+ Clipagem

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

Vladimir Safatle alerta para o fim do emprego - Nunca na história da República o Congresso Nacional votou uma lei tão contrária aos interesses da maioria do povo brasil

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br