Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Critique a si mesmo, mas não fique desesperado com isso.
Epicteto
11/04/2018

Gilmar Mendes: STF está inventando e causando brutal conflito

Sem citar nomes, ministro alfinetou os colegas dizendo que olhar Constituição também ajuda

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), reforçou na noite desta terça-feira (10/4) críticas à atuação do tribunal. Segundo o magistrado, a Corte tem analisado questões que não são de sua competência, como aborto e indulto de natal para presos, inventando e causando um “brutal conflito”.

Sem citar nomes e em uma provocação, Gilmar recomendou aos colegas que façam a leitura da Constituição.

“A primeira coisa que diz respeito ao Supremo é não se meter a regular aborto, indulto, se alguém que tem bicho no pé tem que ser ministro ou não. São coisas que não estão na nossa competência, estamos inventando e estamos causando um brutal conflito, e, de vez em quando, olhar a Constituição também ajuda”, disse.

O ministro conversou com o JOTA durante o lançamento do livro de Direito Civil, coordenado pelo ministro Luís Felipe Salomão.

Gilmar tem demonstrado bastante incômodo com o avanço da Operação Lava Jato e defendido a aplicação do Direito Penal mais garantista. O ministro tem reclamado, por exemplo, da decisão da Corte que negou habeas corpus ao ex-presidente Lula e adiou debate sobre o entendimento sobre a prisão após condenação em segunda instância.

De Portugal, em entrevista à Folha de S.Paulo, o ministro disse acreditar que um suposto processo de desinstitucionalização do país – que ele atribui ao PT – guarda relação com “más escolhas [de magistrados] para o Supremo”. Sem referência a nomes, o ministro afirma que foram privilegiadas nas indicações “pessoas ligadas ao movimento LGBT, ao MST, basistas e coisas desse tipo”, e o resultado dessa composição é um “direito penal totalitário”.

Livia Scocuglia – Brasília

 
+ Clipagem

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

Vladimir Safatle alerta para o fim do emprego - Nunca na história da República o Congresso Nacional votou uma lei tão contrária aos interesses da maioria do povo brasil

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br