Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

É claro que meus filhos terão computadores, mas, antes disso, terão livros.
Bill Gates
01/02/2018

Brasileiro espera muito mais para conseguir emprego que Cristiane Brasil Leia mais: https://oglobo.

Deputada tenta assumir cargo de ministra do Trabalho há quase um mês. A espera é de dois anos para 22% dos desempregados

POR PAULO ASSAD* 01/02/2018 4:30

Daniel Tardelli está desempregado há três anos - Ana Branco

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS DE ECONOMIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

Foto: Givaldo Barbosa Apesar de pressão, Maia só votará reforma da Previdência se tiver 308 votos a favor 01/02/2018 8:00

Logomarca da IKEA em loja na Holanda. Foto: Yves Herman/Reuters

Ninguém herda fortuna da Ikea após morte do bilionário fundador 01/02/2018 7:55

ROMBO POSTALIS - Correios Foto: Michel Filho / Agência O Globo PF deflagra ação contra desvios em Postalis, fundo de pensão dos Correios 01/02/2018 7:47

Agência do Bradesco em São Paulo. Paulo Fridman/Reuters

Lucro líquido do Bradesco avança 11% em 2017, para R$ 19 bilhões 01/02/2018 7:36

RIO - Daniel Tardelli, de 58 anos, e Cristiane Brasil, a ministra do Trabalho indicada pelo presidente Michel Temer que ainda não conseguiu tomar posse, têm algo em comum: buscam trabalho.

LEIA MAIS: Taxa média de desemprego de 2017 fica em 12,7% e bate recorde

ANÁLISE: Pior momento do desemprego passou, mas país ainda tem 12 milhões sem emprego

Mas as semelhanças param por aí. A deputada federal licenciada está há quase um mês recorrendo de ações na Justiça que impedem sua posse. Condenações em processos trabalhistas separam a advogada da Pasta. Tardelli também procura trabalho, mas sua espera é bem mais prolongada: são três anos em filas de desempregados. No Brasil, há quase três milhões de pessoas que procuram emprego há dois anos ou mais, o que corresponde a 22% dos desempregados. Enquanto isso, o governo mantém acéfalo o ministério que cuida de políticas de emprego. Sem poupança, durante os três anos, Tardelli ganhou seu dinheiro com alguns bicos.

— Já tive que vender coisas na rua e na praia: bala, água, cerveja. Mas, na minha idade, não tem como fazer isso todo dia. Hoje em dia, de vez em quando eu ganho um dinheiro fazendo pizza para um vizinho, um amigo, geralmente gente lá perto de casa — explica Tardelli, que é morador de Nova Iguaçu.

PUBLICIDADE

Na praia, Cristiane Brasil também agiu para conseguir a vaga ministerial. Gravou vídeo ao lado de amigos com trajes de banho em uma lancha, afirmando que iria provar que estava certa no caso dos motoristas contratados sem carteira assinada.

Tardelli não frequenta lugares tão aprazíveis para tentar se empregar. Sua rotina tem sido na fila do Sistema Nacional de Empregos (Sine), no Centro do Rio. As dificuldades de Tardelli para conseguir emprego são a crise, a idade e a pouca formação. Ele chegou a iniciar os estudos na faculdade de Direito, mas trancou por falta de condições financeiras. A dificuldade de Cristiane se resume a não ter cumprido a lei.

(*) Estagiário sob supervisão de Daiane Costa

 
+ Clipagem

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

Vladimir Safatle alerta para o fim do emprego - Nunca na história da República o Congresso Nacional votou uma lei tão contrária aos interesses da maioria do povo brasil

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br