Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Aconselho que se case.Se o faz será um homem feliz, se não o faz será filósofo.
Sócrates
27/12/2017

Marun nega chantagem e diz que só pediu 'reciprocidade' a governadores

Após participar de longa reunião com o presidente Michel Temer, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, negou que esteja promovendo chantagem contra governadores para ampliar o apoio de parlamentares à reforma da Previdência. Na semana passada, o governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), disse à Coluna do Estadão que o governo está condicionando a liberação de pedidos de empréstimos protocolados na Caixa Econômica Federal pelos Estados à entrega de votos a favor da proposta de emenda constitucional (PEC) pelos governadores e prefeitos que possuem influência sobre parlamentares.

"Financiamentos da Caixa Econômica Federal são ações de governo. Senão o governador poderia tomar esse financiamento em outros bancos. Entendemos que deve ser discutido com esses governantes algum tipo de reciprocidade no sentido de que seja aprovada a reforma da Previdência, que é uma questão de vida ou morte para o Brasil", disse Marun. O responsável pela articulação política do governo admitiu que "governadores que têm financiamentos para serem liberados estão sendo chamados para ajudarem a aprovar a reforma". Marun afirmou que os parlamentares ligados a esses governadores, em função das ações que serão resultado desses financiamentos, terão aspectos eleitorais positivos.

"Não entendo que isso seja uma chantagem. Não há retaliação contra os governadores. É um pedido de apoio. O governo vai atuar nessa questão com a seriedade e com a gravidade que a questão possui. Sendo uma ação de governo, obviamente que o nível de apoio que o governador puder prestar a questão da reforma vai ser considerado nessa questão [de liberação de recursos]", concluiu Marun, acrescentando que ainda não foi feito um mapeamento sobre quais Estados esperam liberação de recursos do governo federal.

Fonte: Valor Econômico
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br