Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Suas ações não deveriam ser determinadas pelos desejos daqueles que estão à sua volta, mas pelas necessidades de toda a humanidade
Leon Tolstoi
10/11/2017

Trabalhadores ocupam ruas nesta sexta contra reforma trabalhista

Movimentos

Partilhar29

9 de novembro de 2017 - 13h43

Trabalhadores ocupam ruas nesta sexta contra reforma trabalhista

O programa do governo de Michel Temer de reformar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a Previdência Social unificou os movimentos sindicais brasileiros que prosseguem nesta sexta-feira (10) com a agenda unitária de resistência á política de retirada de direitos do governo federal. As entidades e movimentos buscam fortalecer os protestos às vésperas da entrada em vigor da reforma trabalhista, aprovada no Senado e sancionada por Temer.

Paralisações, atos, caminhadas, protestos, assembleia em locais de trabalho e em locais públicos denunciam os prejuízos trazidos por Temer aos trabalhadores e à população. Pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela CUT e Vox Populli aponta que 81% da população entrevistada reprova a reforma trabalhista. A grande maioria também afirma que a reforma "é boa apenas para os patrões".

Em colaboração para o Especial Reforma Trabalhista do Portal Vermelho, o dirigente da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, confirmou que a reforma privilegia o patronato. Todas as centrais enviaram artigos sobre os impactos da reforma trabalhista nas relações de trabalho e como o movimento sindical pode se opor a esse cenário.

Na opinião de Adilson Araújo, presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) a resistência é o fio condutor da luta do movimento sindical. "Todos e todas são chamados a ocupar as ruas no próximo dia 10 de novembro e fortalecer o Dia Nacional de Mobilizações, greves e paralisações convocado pelas centrais sindicais contra a mais feroz ofensiva do capital contra o trabalho na história brasileira".

"Só tem uma saída: resistir, lutar pela anulação da reforma, ocupar as ruas, denunciar as barbaridades contidas na lei, se organizar nos locais de trabalho, procurador o seu sindicato e agir coletivamente. Sozinhos somos fracos, juntos somos fortes", declarou Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

O presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores, José Calixto, divulgou um vídeo convocando os trabalhadores a mostrarem a sua revolta e a indignação nesta sexta com as medidas do governo Temer. União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) também fortalecem os protestos. Em diversos estados, integrantes da Justiça do Trabalho engrossam os atos.

 
+ Clipagem

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

Vladimir Safatle alerta para o fim do emprego - Nunca na história da República o Congresso Nacional votou uma lei tão contrária aos interesses da maioria do povo brasil

FRENTE EM DEFESA DA DIGNIDADE DO TRABALHO NO FACEBOOK - Colegas.A AGITRA INTEGRA INTEGRA ESTA FRENTE EM DEFESA DA DIGNIDADE DO TRABALHO E TEM SEDIADO AS REUNIÕES PREPARA

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br