Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Há uma regra imutável de que precisamos sempre nos lembrar: se algum objetivo bom puder ser alcançado apenas por meios maus ou afinal ele não é realmente bom, ou então ainda não chegou a sua hora.
Leon Tolstoi
14/04/2016

Cunha nega uso de auditório Nereu Ramos a servidores contra PLP 257/16

Servidores que fariam um ato nesta quinta-feira, 14, na Câmara dos Deputados contra o PLP 257/2016 foram surpreendidos hoje com a informação de que o presidente da Casa, Eduardo Cunha, desautorizou o uso do auditório Nereu Ramos que já estava reservado de 9h às 14h para a atividade. O PLP, que foi enviado pelo governo ao Congresso Nacional com regime de urgência, propõe o alongamento da dívida dos estados com a União. Junto, propõe uma profunda reforma administrativa que retira direitos de servidores e trabalhadores da iniciativa privada. A interrupção da política de valorização do salário mínimo também está incluída no PLP. Inconformados com a recusa do uso do auditório, tradicional espaço de debates importantes para a sociedade, como é o caso, representantes do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef) convocam os servidores a se concentrar em frente ao Ministério da Fazenda (MF), a partir das 9 horas, para o ato contra o PLP.

Outra informação é de que toda a area próxima ao Congresso estará interditada a partir dessa quinta. O motivo seriam os preparativos para receber manifestantes que devem acompanhar no domingo a votação que decide no plenário da Câmara a respeito do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Os representantes do Fonasef, frente aos diversos obstáculos se reuniram nesta quarta, em Brasília, e decidiram confirmar o ato em frente ao MF. Afinal, foi o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, em conjunto com o do Planejamento, Valdir Simão, que apresentou e encaminhou o PLP ao Congresso.

Desde que foi para o Congresso, o PLP 257/16 tem recebido incontáveis críticas a seu conteúdo. Para reforçar o entendimento sobre os diferentes impactos que podem ser provocados pelo PLP, o Dieese divulgou uma nota técnica (veja aqui a íntegra). Em suma, o Dieese lança um questionamento sobre a necessidade do PLP uma vez que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) já traz dispositivos capazes de barrar desequilíbrios fiscais. A existência de uma proposta no Senado (PLS 561/15) que prevê solução para a dívida nos estados, uma das molas propulsoras do PLP 257/16, também coloca em cheque a necessidade desse projeto. Os servidores também devem continuar o trabalho permanente de força tarefa buscando diálogo com parlamentares sobre a necessidade de apoiar a retirada imediata deste PLP.

 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br