Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Todas as criaturas vivas tem a mesma origem divina, todas elas são unidade. Todos nós somos membros de um grande corpo.
Leon Tolstoi
07/10/2015

Rossetto assume nova pasta e defende diálogo para geração de emprego e renda

Miguel Rosseto assume o Ministério do Trabalho e Previdência Social e diz estar confiante na aprovação da nova CPMFJosé Cruz/Agência Brasil

O ministro Miguel Rossetto assumiu hoje (7) o Ministério do Trabalho e Previdência Social afirmando que quer manter o diálogo com trabalhadores, empresários e o Congresso Nacional, para geração de emprego decente, renda e garantia de um sistema de financiamento adequado para a Previdência Social.

Rossetto disse que está confiante na aprovação, pelo Congresso, da nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Com a medida, o governo pretende arrecadar R$ 32 bilhões em 2016. Os recursos serão utilizados para cobrir o déficit da Previdência Social.

“No curto prazo, por conta da redução da receita, necessitamos da CPMF, de modo a melhorar nossa capacidade fiscal. No longo prazo, há uma situação estrutural que exige mudança, reformas e aperfeiçoamento. A sociedade brasileira vive mais e tem reduzido sua taxa de natalidade. Então, teremos, no curto prazo, uma relação alterada entre a população na ativa e o número de idosos. Temos de tomar iniciativas para preparamos a sustentabilidade no médio prazo.”

Rossetto acrescentou que, além da CPMF, o governo trabalha em um conjunto de medidas que devem ser apresentadas ainda em outubro no Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e Previdência Social. O fórum foi criado no início de setembro pelo governo federal para discutir propostas que tragam melhorias para as políticas de emprego, trabalho, renda e previdência

“Vamos manter o diálogo de forma permanente com a sociedade brasileira. Diálogo para entender um país rico e diverso como o nosso, que é condição fundamental para acertar a estratégia de crescimento econômico com inclusão social.” Rossetto afirmou que o Programa de Proteção ao Emprego já é exemplo desse diálogo e vontade política.

A nova pasta foi criada com a fusão dos ministérios do Trabalho e Emprego e Previdência Social. Ele será composto por duas secretarias especiais: a de Trabalho, que será comandada por José Lopez Feijóo, e de Previdência Social, pelo ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas.

Perfil

Miguel Rossetto é natural de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Formado em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), foi vice-governador do estado, na gestão Olívio Dutra, e deputado federal pelo PT em 1994.

Em 2003, foi nomeado para o cargo de ministro do Desenvolvimento Agrário. Em 2006, Rossetto deixou o governo para tentar uma vaga no Senado, mas não foi eleito. Dois anos depois, assumiu a presidência da Petrobras Biocombustível, subsidiária da Petrobras.

Em março de 2014, foi nomeado novamente ministro do Desenvolvimento Agrário e deixou o cargo em setembro do mesmo ano para trabalhar na coordenação da campanha para a reeleição de Dilma. No segundo governo da presidenta Dilma Rousseff, assumiu a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Fonte: Agência Brasil
 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br