Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Cuidado com aqueles que querem convencê-lo de que é impossível lutar pelo bem, só porque é impossível alcançar a perfeição.
John Ruskin
21/08/2015

Nossa opção é pela democracia, diz ministro Miguel Rossetto

Em outubro de 2014, o povo brasileiro consagrou a vitória da presidente Dilma Rousseff com mais de 54 milhões de votos. A eleição terminou, mas setores derrotados teimam em não aceitar o resultado, e mantêm um clima de agressiva disputa política. Esses segmentos conservadores tentam, de todas as formas, desestabilizar o governo. Semeiam ódio e intolerância.

Conspiram abertamente. Jogam bombas e armam pautas-bomba. Atentam contra a democracia. Querem promover um ?golpe institucional?, como o impetrado em Honduras, em 2009, e no Paraguai, em 2012 ?sem o arbítrio militar, mas espezinhando a Constituição e as leis.

A crítica política e a disputa programática, por mais duras que sejam, são parte das democracias. Quando, porém, a luta política se sustenta em métodos escusos para desestabilizar e interromper governos legítimos, se decreta a sentença de morte do Estado de Direito.

A consciência democrática da maioria do povo brasileiro, forjada na resistência e na luta contra a ditadura, é a garantia de que o empreendimento golpista não passará. Aqueles, portanto, que ateiam fogo no país não agem com responsabilidade e prudência. Ao contrário, elevam a temperatura dos conflitos, estimulam a confusão e atrapalham o desenvolvimento do país.

O Brasil possui um povo engajado no processo político e com extraordinária capacidade de organização e luta. Nesta etapa de dificuldades econômicas transitórias, sem prejuízo à autonomia e independência do Estado, os movimentos sociais expressam a compreensão de que o funcionamento da democracia é tão essencial quanto a preservação dos direitos e das conquistas alcançadas nos últimos 13 anos.

Esse espírito é evidenciado por parcelas do empresariado do Brasil, que não aceitam que dificuldades econômicas momentâneas sirvam de pretexto para aventuras antidemocráticas e inconstitucionais.

Neste momento em que a crise do capitalismo mundial afeta o conjunto das economias nacionais, precisamos ajustar as bases para a retomada da estratégia de desenvolvimento que projetou o Brasil no mundo assegurando a melhoria significativa das condições de vida de milhões de brasileiras e brasileiros.

O governo está empenhado em construir uma agenda para a rápida recuperação do crescimento e do desenvolvimento em diálogo com a sociedade. Programas e planos que produzem efeitos benéficos e impactos relevantes foram privilegiados: safra agrícola, infraestrutura e logística, investimentos do setor elétrico, estímulo a exportações.

A economia brasileira, a sétima do mundo, é forte e dinâmica. O desafio, nesse momento, é reencontrar o caminho da nossa recuperação. Essa é a agenda necessária para o país. Uma oposição democrática deveria se dedicar a esse debate, e não a movimentos de ruptura e desestabilização institucional.

Frente aos ataques conservadores à democracia e aos avanços sociais, continuaremos trabalhando com as representações do nosso povo e as instituições da República para consolidar a trajetória de igualdade social desse projeto que cimenta as bases do Brasil justo e democrático do século 21.

Miguel Rossetto é ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República

Fonte: Planalto
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br