Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

A metade da sabedoria humana consiste em "não amar nem odiar"; a outra metade em:" nada dizer, e nada crer".
Schopenhauer
07/08/2015

Câmara: Reforma Sindical a cargo do PTB

É curioso que este assunto esteja sendo ressuscitado em um momento político em que o movimento sindical está sob ataque, dentro e fora do Congresso Nacional, como bem ilustra a série de reportagem recente do jornal O Globo. E os setores conservadores e liberais podem aproveitar esse momento para produzir uma reforma sindical sem a participação efetiva dos atores principais ? trabalhadores e movimento sindical.

Neuriberg Dias*

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, deputado Arthur Lira (PMDB-AL), em pleno recesso branco (22/07/2015) designou a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) como relatora das PECs 369/2005, enviada no Governo Lula; 314/2004, do deputado Ivan Valente (PT-SP), hoje no PSOL; e 426/2005, da deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), atualmente senadora, todas tratando da reforma sindical ou da mudança do artigo 8º da Constituição.

A deputada Cristiane Brasil deverá emitir parecer sobre a admissibilidade das PECs na CCJ e, se concluir pela constitucionalidade, a matéria seguirá para análise do mérito por uma Comissão Especial, que terá até 40 sessões para concluir seus trabalhos, sendo as dez primeiras para emendas.

A relatora é filha do então presidente do PTB, deputado Roberto Jefferson (RJ), e pode seguir dois caminhos: 1) apresentar parecer contrário seguindo orientação histórica do partido e, em especial, do seu pai, que há época declarou que o partido votaria contrário à proposta; e ou 2) apresentar parecer favorável para permitir a discussão dos detalhes da matéria na comissão especial e posteriormente seguir para votação em dois turnos no plenário da Câmara.

É curioso que este assunto esteja sendo ressuscitado em um momento político em que o movimento sindical está sob ataque, dentro e fora do Congresso Nacional, como bem ilustra a série de reportagem recente do jornal O Globo. E os setores conservadores e liberais podem aproveitar esse momento para produzir uma reforma sindical sem a participação efetiva dos atores principais ? trabalhadores e movimento sindical.

Além da reforma sindical em tramitação na Câmara, recentemente foi designado como relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), do Senado Federal, o senador José Medeiros (PPS-MT), como relator da PEC 36/2013, que acaba com a contribuição compulsória a favor das entidades sindicais.

Essa PEC sob exame do Senado, de autoria do senador Blairo Maggi (PR-MT), dispõe sobre o custeio das entidades sindicais para substituir a contribuição sindical compulsória pela adoção da contribuição negocial, cuja cobrança depende de previa aprovação em assembleia. A proposta exclui do inciso IV do artigo 8º da Constituição da República Federativa, a expressão ?independentemente da contribuição prevista em lei?.

O momento é de desconfiar de tais iniciativas, ainda mais pelos parlamentares envolvidos, todos adeptos das teses neoliberais no que diz respeito às relações de trabalho e às questões sindicais. O melhor caminho, entretanto, é procurar os relatores para buscar informações acerca de sua intenção sobre os temas.

(*) Jornalista e Assessor Legislativo do Diap.

Fonte: Diap
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br