Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O sábio persegue a ausência da dor, e não o prazer.
Aristóteles
20/05/2015

Manoel Dias participa de debate sobre terceirização no Senado

Garantia de direitos trabalhistas e combate à precarização pautaram a sessão pública

Para debater os impactos da terceirização no mercado de trabalho brasileiro, o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, participou, na manhã desta terça-feira (19), da sessão temática promovida pelo Senado Federal. Os debates foram no Plenário da Casa Legislativa com participação de representes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, além da sociedade civil.

"Na medida em que não há garantias que possam impedir a generalização, acaba precarizando o trabalho. Por isso, nós do MTE, somos contra (atividade-fim)", afirmou Manoel Dias, ao pontuar que a fiscalização do MTE já conta com números que mostram, por exemplo, a maior incidência de trabalho escravo em postos terceirizados.

O Projeto de Lei 4330/2004, que já passou pela Câmara dos Deputados e aguarda votação no Senado, libera a terceirização para a atividade-fim, além dos seguintes pontos de destaque: a responsabilidade solidária e subsidiária; o processo de fiscalização; a sindicalização das categorias; a garantia de direitos trabalhistas; a subcontratação, a previdência e a tributação incidente.

A discussão foi promovida pelo presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, e contou com a participação de representantes dos trabalhadores e dos empregados, do procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT), Helder Amorim, e do professor de economia da Universidade de São Paulo (USP), Hélio Zylberstajn.

Segundo Dias, o aprofundamento do debate, com a participação dos elos envolvidos, é fundamental para a construção de uma legislação sólida, coerente e benéfica para todos.

?Tudo deve ser direcionado para o entendimento, com a criação de mecanismos para regulação. Junto com o corpo técnico do ministério, considero que, nos moldes que está posta essa Lei, temos de buscar medidas para evitar a precarização", avaliou, ao completar: "A solução deve ser boa para os trabalhadores e empregadores, pois é importante para todos, incluindo, ainda, a economia nacional", ressaltou o ministro.

Sobre as possíveis sugestões para o projeto, Dias destacou a importância do FGTS para o trabalhador: "O FGTS também deve ser um ponto a ser debatido, pois assim poderemos garantir o recolhimento na fonte?, ressaltou.

Segundo Renan Calheiros, as mudanças nas leis devem ser feitas com segurança e ampla discussão. "Os temas que tratamos estão cada vez mais complexos. A sociedade precisa contar com debates como esses, visando uma decisão mais acertada possível", explicou.

"Existe a cobrança por mudanças para ampliar a competitividade, mas os relatos de opressão de trabalhadores nos fazem receosos. Precisamos regular a terceirização, com a existência de um limite", completou, ao relatar a importância da preservação dos direitos existentes.

Fonte: Senado
 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br