Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Aquele que faz o mal prejudica em primeiro lugar a si mesmo, antes de prejudicar os outros.
Santo Agostinho
03/02/2015

20 anos de luta contra o trabalho escravo contemporâneo

Material ilustrado exibe uma linha do tempo com os principais marcos do enfrentamento ao trabalho escravo no Brasil

Desde 1995, quando o governo brasileiro reconheceu a existência do trabalho escravo no Brasil, foram libertados mais de 47 mil trabalhadores nessa situação em todo o país. Os casos de trabalho escravo são flagrado em atividades econômicas rurais, como a pecuária, a produção de carvão e os cultivos de cana-de-açúcar, e na zona urbana, em setores como a construção civil e a confecção têxtil.

Nesses 20 anos, o combate ao trabalho escravo foi estruturado, progrediu, gerou diferentes resultados e descortinou novas facetas da problemática. Para compartilhar essa história, o programa Escravo, nem pensar! , da Repórter Brasil, e o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT) publicam o fascículo ilustrado Trabalho Escravo Contemporâneo ? 20 anos de combate (1995 ? 2015) que sistematiza os principais marcos dessa trajetória numa linha do tempo.

Desafios

O Brasil avançou muito no combate a essa grave violação dos direitos humanos. Mas ainda há muito a se fazer. E 2015 inicia com grandes desafios à frente. A ?Lista Suja?, até então disponível ao acesso público, foi suspensa no final de 2014 pelo Superior Tribunal Federal, que acatou uma ação da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). Elogiada como exemplo internacional, a legislação brasileira pode amargar um retrocesso, pois projetos no Congresso Nacional pretendem reduzir o conceito atual de trabalho escravo, abrindo portas para a persistência dessa prática criminosa.

Fonte: Reporter Brasil
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br