Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O amor é infalivel; não tem erros, pois todos os erros são falta de amor.
William Law
06/01/2015

Análises de acidentes de trabalho dão elementos para a prevenção

Nos últimos anos as análises de acidentes do trabalho realizadas por Auditores-Fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE têm se consolidado como ferramenta importante na prevenção dessas ocorrências. Os relatórios e laudos são usados pelo MTE e por outros órgãos públicos, como a Advocacia Geral da União e o Ministério Público do Trabalho, visando defender o trabalhador.

Apenas nos últimos cinco anos ? de 2010 a 2014 ? foram analisados 10.259 acidentes de trabalho, informa o Auditor-Fiscal do Trabalho Jeferson Seidler, Chefe do Serviço de Planejamento e Acompanhamento de Projetos, do Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho da Secretaria de Inspeção do Trabalho - DSST/SIT. Como há ocorrências com mais de uma vítima, os eventos analisados correspondem a 12.266 acidentados, sendo 4.502 fatais e 7.764 não fatais. O gráfico abaixo demonstra a variação ano a ano. No caso de 2014, os dados são de janeiro a novembro apenas, pois o período de dezembro será computado em janeiro de 2015.

Segundo Jeferson, o trabalho de análise dos Auditores-Fiscais tem por objetivo identificar as causas dos acidentes e, principalmente, indicar como atuar sobre tais causas para evitar novas ocorrências semelhantes. ?Existe uma preocupação em ir além da verificação das causas imediatas, que são mais aparentes e fáceis de identificar, porém, cuja eliminação raramente resolve o problema. Neste exame, os Auditores-Fiscais do Trabalho procuram aprofundar a análise de modo a identificar causas latentes e subjacentes, que envolvem, em grande parte dos casos, questões de gestão e cultura empresariais. O registro de irregularidades e lavratura dos respectivos Autos de Infração naturamente fazem parte do processo?, observa.

Os relatórios dessas ações fiscais são registrados no Sistema Federal de Inspeção do Trabalho - SFIT. Destacam-se no relatório duas informações que permitem uma visão geral dos fatos e fatores envolvidos nos acidentes: o ?fator imediato de morbimortalidade? e os ?fatores causais?. ?O primeiro é sempre único para cada acidentado e refere-se ao principal mecanismo que levou à lesão, adoecimento ou morte. Já os fatores causais são múltiplos?, explica Seidler.

Fonte: MTE
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br