Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O amor é infalivel; não tem erros, pois todos os erros são falta de amor.
William Law
18/12/2014

Governo quer ministro do Trabalho ligado a sindicatos

Planalto teme alta no índice de desemprego em 2015 e busca nome com boa interlocução com as centrais; petista é principal cotado

ANDRÉIA SADI

DE BRASÍLIA

Temendo alta no índice de desemprego em 2015, o governo Dilma busca no PT um ministro do Trabalho com interlocução para dialogar com as centrais sindicais. O principal cotado é José Lopez Feijóo, ligado à CUT e assessor especial do ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral).

A preocupação ocorre após centrais relatarem ao ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) que, nas últimas semanas, cerca de 10 mil pessoas foram demitidas ou tiveram problema nos pagamentos por prestadoras serviços das citadas na Operação Lava Jato.

Além disso, auxiliares da presidente estão preocupados com o ajuste fiscal que será promovido pela nova equipe econômica, o que deve afetar empregos no ano que vem.

A avaliação de integrantes do governo é que o PDT, que ocupa o Ministério do Trabalho, não tem base sindical para enfrentar reflexos da crise.

Em 2013, o deputado Paulinho da Força (SD-SP) deixou o PDT para fundar sua sigla e levou a Força Sindical, esvaziando o partido de Manoel Dias, titular da pasta.

O movimento para emplacar Feijóo agrada o PT, que quer recuperar a pasta como estratégia para resgatar suas origens com a base social.

Sindicalistas ouvidos pela Folha, porém, afirmam que Feijóo tem muita identidade"" com a base sindical e não será para-choque entre governo e trabalhadores. No jargão de um amigo do petista, ele não fará o papel de pelego"".

Membros de outras centrais, como a Força Sindical, reagem ao nome dele nos bastidores. Afirmam que Feijóo é atrelado à CUT, da qual foi vice-presidente, e que preferem um técnico para o posto.

Se a troca se confirmar, o PDT deve ser deslocado para a Cultura ou Ciência e Tecnologia. A sigla já sinalizou que tem interesse no Esporte.

REFORMA "DIFÍCIL"

Nesta quarta (17), em uma conversa com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, em viagem ao país vizinho, Dilma reclamou da dificuldade para formar o ministério.

As duas estavam levantadas, de costas para os microfones nas mesas, mas o áudio foi captado mesmo assim.

"Você não vai ficar para comer?", pergunta Cristina. Dilma responde: "Não, não posso. Amanhã eu tomo diploma, no tribunal, como presidente para tomar posse no dia 1º".

Cristina então pergunta se ela irá anunciar seus ministros. "Não, não vou anunciar amanhã. Estou formando, é muito difícil. Você não sabe, no Brasil, como é."

Colaborou FELIPE GUTIERREZ, enviado especial a Paraná (Argentina)

Fonte: Folha de S. Paulo - 18/12/2014
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br