Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Olhando de longe, tudo é belo.
Tácito
16/12/2014

Sindicatos pedem depósito de salários atrasados na Justiça

Valores se referem a terceirizados que estão sem receber

RENATA AGOSTINI

DE BRASÍLIA

As centrais sindicais propuseram ao governo nesta segunda-feira (15) que a Petrobras deposite na Justiça os recursos necessários para o pagamento dos trabalhadores terceirizados que estão sem receber. A proposta das centrais foi antecipada pela Folha na sexta-feira (12).

Segundo os sindicalistas, há milhares de empregados de prestadoras de serviço da estatal que estão com salários atrasados ou sem o dinheiro da rescisão contratual. Eles afirmam que a Petrobras não está honrando os contratos e, por isso, as empresas estão dispensando trabalhadores ou deixando de pagar.

"Estão acontecendo demissões por falta de pagamentos a trabalhadores prestadores de serviços para a Petrobras em refinarias, estaleiros, canteiros de obras. Hoje estimamos que deva ter entre dez e 12 mil trabalhadores neste procedimento", disse Wagner Freitas, presidente da CUT.

A ideia foi apresentada em reunião com Aloizio Mercadante (Casa Civil), Luis Inácio Adams (Advocacia-Geral da União) e representantes da Controladoria-Geral da União e do Ministério da Justiça. Freitas disse que a principal preocupação do governo é encontrar uma solução jurídica para o pagamento.

As centrais propuseram também que os recursos sejam reservados no Ministério do Trabalho. Segundo Freitas, falou-se, inclusive, na possibilidade do governo financiar o pagamento dos salários, evitando demissões ou passivos trabalhistas.

"O governo próprio colocou isso. Agora, se houver qualquer tipo de financiamento diferenciado, tem que garantir na legislação que o recurso é para os trabalhadores, não para outras dívidas."

Em qualquer dos cenários, a proposta das centrais é que o valor seja abatido do que as prestadoras de serviço têm a receber da Petrobras.

Fonte: Folha de S. Paulo - 16/12/2014
 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br