Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Perdoe os outros por muitas coisas, mas não perdoe a si mesmo por nada.
Publilius Syrus
05/12/2014

Setor varejista impulsiona queda da informalidade no trabalho

ESTUDO MOSTRA QUE EMPREGO SEM CARTEIRA NO PAÍS PASSOU DE 55%, EM 2002, PARA 40% EM 2012

Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, vai assumir comando de instituto que reúne grandes varejistas

CLAUDIA ROLLI DE SÃO PAULO

Impulsionado pelo setor do varejo, o Brasil reduziu a informalidade no mercado de trabalho de forma significativa na última década.

dados elaborados pela consultoria McKinsey para o IDV (Instituto para o Desenvolvimento do Varejo), entidade que representa as maiores redes varejistas do país, mostra que a informalidade no emprego passou de 55% em 2002 para 40% em 2012.

A maior queda foi verificada no comércio, setor em que a participação do emprego informal caiu 16 pontos percentuais --passando de 54% para 38% nesse período.

"A informalidade tem impacto direto na produtividade, que é baixa entre as empresas que atuam de forma irregular, e freia o crescimento da economia", diz Flávio Rocha, presidente do IDV e da rede Riachuelo. "O Brasil foi um dos países que mais se formalizaram na última década, e o varejo é um dos grandes responsáveis por isso, ao responder por 18% do emprego."

A informalidade caiu com mais força em quatro segmentos: farmácias, combustíveis, eletroeletrônicos e alimentação. A explicação se dá em parte com a adoção de medidas para aumentar a arrecadação, combater a sonegação e simplificar o recolhimento de impostos --com regimes como substituição tributária, Simples e MEI (microempreendedor individual), além da criação da nota fiscal eletrônica.

"As mudanças no comportamento do consumidor, a ampliação dos meios de pagamento eletrônico e o crescimento dos shopping centers também incentivaram a formalidade", diz Rocha.

CONSTRUÇÃO

Na construção civil e no ramo têxtil, a fragmentação dos pontos de venda ainda dificulta a fiscalização e estimula os negócios informais.

Os dados do estudo foram compilados a partir da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2012, porque a de 2013 ain- da não havia sido divulgada pelo IBGE.

"De forma geral, não houve mudanças significativas nos dados até 2014. O cenário da redução se manteve."

Para o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Marcio Holland, presente no evento que comemorou dez anos de IDV, a desoneração da folha de pagamento das empresas também contribuiu para reduzir a informalidade no emprego.

O sistema tributário, a regulamentação trabalhista e as dificuldades no ambiente de negócios são apontados como fatores que ainda emperram a queda da informalidade.

A empresária Luiza Helena Trajano, da rede Magazine Luiza, vai comandar o IDV a partir de 2015.

Será a segunda vez em que ela vai liderar o instituto.

Fonte: Folha de S. Paulo - 05/12/2014
 
+ Clipagem

Brasil vive apagão estatístico sobre mercado de trabalho - Sem dados de IBGE, Caged e seguro-desemprego, país pode ficar sem saber dano do coronavírusFernanda Brigatti

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br