Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Aquele que já não é teu amigo, nunca o foi realmente.
Aristóteles
29/10/2014

Justiça Federal propõe acelerar julgamentos de crimes de trabalho escravo

O Conselho Federal de Justiça ? CFJ, da Justiça Federal, entregou ao Conselho Nacional de Justiça ? CNJ, no dia 22 de outubro, o Plano Estratégico da Justiça Federal para o período 2015-2020. Uma das metas estabelecidas no Plano é julgar, em 2015, todos os processos relacionados a crimes de trabalho escravo e tráfico de pessoas recebidos na Justiça Federal até 31 de dezembro de 2012.

A proposta da meta é julgar 70% do total das ações desse tipo em andamento e está inserida no contexto dos macrodesafios produzidos com participação dos órgãos do Judiciário coordenados pelo CNJ e supervisionados pela Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento do CNJ.

A Justiça Federal é a instância competente para julgar crimes de submissão de pessoas ao trabalho escravo previsto no artigo 149 do Código Penal. A repressão a esse tipo de crime é feita por Auditores-Fiscais do Trabalho em parceria com outros órgãos. A ação judicial é proposta, em geral, pelos Ministérios Públicos Federal e do Trabalho.

Até hoje, poucas foram as condenações de empregadores pelo crime. A impunidade, para as instituições comprometidas com a causa da erradicação do trabalho escravo, tem sido um complicador para alcançar a erradicação da prática. É preciso que os culpados sejam condenados e responsabilizados judicialmente, cumprindo as penas determinadas pela lei. É importante, também, que a Emenda Constitucional nº 81/2014, promulgada em junho deste ano, que expropria propriedades onde tenha sido flagrada a prática, comece a valer.

Fonte: Conjur
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br