Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

As instituições humanas são, por sua natureza, tão imperfeitas, que, para destruí-las, basta, quase sempre, levá-las às últimas consequências.
Tocqueville. Penseés detacheés
24/07/2014

Sindifisco Nacional luta por bônus

A implementação do Bônus Vinculado à Eficiência Institucional foi discutida, na tarde de quarta-feira (16/7), em reunião do Sindifisco Nacional com o secretário de Relações do Trabalho no Serviço Público do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, e a secretaria de Gestão Pública do Ministério, Ana Lúcia Amorim. A reunião foi fruto da gestão do Sindifisco. Conforme acordo em encontro na RFB (Receita Federal do Brasil), divulgado na sexta-feira (11/7), a reunião teve a participação do Sindireceita (Sindicato dos Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil).

"Esta é uma reunião para iniciarmos a discussão sobre o Bônus junto ao Ministério do Planejamento. A presença das duas entidades demonstra que esta é uma causa importante para as duas carreiras e que estaremos juntos nesta discussão", afirmou o presidente do Sindifisco, Cláudio Damasceno.

Ele destacou que o Bônus é fruto do acordo de 2012 e que a elaboração do projeto é resultado do trabalho conjunto do Sindicato dos Auditores e da Administração. Damasceno ressaltou ainda que a Classe não abre mão de três premissas básicas para a implementação do Bônus, que são: a compatibilidade com o subsídio, o não estabelecimento de metas individuais e a extensão do benefício a aposentados e pensionistas.

Segundo o presidente do Sindifisco, o pagamento do Bônus junto com o subsídio tem viabilidade jurídica - esta forma de remuneração é adotada por alguns Fiscos estaduais e municipais. Além disso, o Bônus é viável economicamente, pois, conforme demonstrado, os recursos serão oriundos do Fundaf (Fundo Especial de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento das Atividades de Fiscalização) . "A partir do cumprimento das metas institucionais, os Auditores terão direito ao Bônus como resultado do exercício das nossas próprias atividades", acrescentou.

Damasceno ainda expôs a discrepância entre a remuneração dos Auditores da RFB e a dos Fiscais estaduais. "No caso da polícia, por exemplo, a remuneração federal é referência para a estadual. Já com os Fiscos vem acontecendo o contrário. Os Auditores de vários estados chegam a ganhar mais que a fiscalização no âmbito federal", explicou.

O vice-presidente do Sindifisco, Ayrton Eduardo de Castro Bastos, defendeu que a implementação do Bônus poderá servir de motivação para os servidores. "A Receita tem conseguido manter e até bater as metas de arrecadação. Mas não sabemos por quanto tempo esta situação se manterá, já que os integrantes da carreira de Auditoria estão desestimulados com a atual política salarial.

A secretária de Gestão Pública afirmou que a proposta representa uma quebra de paradigma no serviço público, por isso precisa ser melhor aprofundada. "Esta reflexão pode trazer mudanças estruturais para a Administração Pública", afirmou. Segundo ela, é preciso analisar o impacto da proposta.

Como resposta ao pedido do Sindifisco e do Sindireceita, Sérgio Mendonça e Ana Lúcia Amorim prometeram agendar uma nova reunião para dar continuidade e aprofundar a discussão sobre o Bônus.

Também participaram a 2ª. vice-presidente do Sindifisco, Lúcia Helena Nahas, o secretário-geral, Mário Pinho, a secretária-adjunta de Relações de Trabalho do Planejamento, Edina Lima, o assessor do ministério Vladimir Nepomuceno o coordenador-geral de Negociação e Relações Sindicais, José Borges, a secretária-adjunta de Gestão Pública, Marilene Lucas, a presidente do Sindireceita, Sílvia Helena de Alencar Felismino, o vice-presidente do Sindireceita, Antonio Geraldo de Oliveira Seixas, o diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sérgio Ricardo Moreira de Castro.

Fonte: Sindifisco Nacional
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br