Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O sabio que tudo sabe é aquele que sabe que nada sabe.
Platão
24/04/2014

CPIs: duelo entre governo e oposição não para no Congresso

Enquanto não sai a CPI da Petrobras, governo e oposição duelam em discursos inflamados, ambos alegando que defendem a estatal. Ontem, a oposição aprovou requerimentos para que diversas pessoas ligadas à empresa prestem esclarecimentos, em audiências públicas, sobre a operação que resultou na compra de uma refinaria em Pasadena, nos Estados Unidos. Parlamentares governistas, por sua vez, organizaram ato público na Câmara, que contou com representantes de sindicatos, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e movimentos sociais, como a União Nacional dos Estudantes (UNE), para protestar contra a utilização política da empresa, com a criação das CPIs. O evento foi organizado pelas frentes parlamentares em Defesa da Petrobras e do Fundo Social do Pré-sal em parceria com a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Entre as autoridades convidadas pela oposição para falar na câmara estão o ministro da Fazenda Guido mantega, atual presidente do Conselho Administrativo da Pe-trobras; o presidente da estatal à época da compra da refinaria, José Sérgio Gabrielli; o advogado-geral da União, Luís Inácio Lucena Adams; o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró, responsável pelos pareceres que orientaram a compra e que na semana passada já falou em audiência pública; e o ex-funcionário da estatal Alberto Feilhaber, que também participou das negociações. Todos eles devem falar na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

Graça Foster, presidente da Petrobras, adiou por duas vezes a presença na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara. Aguardada pela segunda vez para ser ouvida ontem, Foster remarcou sua ida para o dia 30 de abril, alegando problemas de agenda.

Havia um acordo com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, para que Foster comparecesse ontem, caso contrário, parlamentares convocariam o próprio ministro, já que não têm prerrogativa de convocar presidentes de es-

tatais. Diante da promessa de que a presidente da estatal virá no dia 30 de abril, o pedido de convocação de Lobão foi retirado. O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), afirmou que irá convocar Lobão, caso Foster não compareça mais uma vez.

No ato público na Câmara, o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, deputado Luiz Alberto (PT-BA) acusou o PSDB e o DEM de pretender privati-zaraempresa, "como já tentou fazer no passado, até mudando o nome para Petrobrax, para agradar ao capital estrangeiro".

Já a presidente da Frente em Defesa do Fundo Social do Pré-sal, Benedita da Silva (PT-RJ), disse que os constantes convites que vêm sendo feitos à presidente da empresa e a ex-funcionários fazem parte do jogo eleitoreiro. "Isto é palanque, nada mais do que palanque. Não querem tratar a Pe-trobras com a seriedade que ela merece", disse Benedita.

O presidente da FUP, João Antônio Moraes, anunciou a criação do comitê popular em defesa da Petrobras para acompanhar as discussões no Congresso e levantar a bandeira da empresa totalmente estatal. "A proposta de criação de uma CPI em torno da Petrobras não tem outro objetivo que não seja criar um palco para a disputa presidencial. A disputa é legítima, mas não se pode tentar destruir essa que é a maior realização do povo brasileiro", declarou.

O presidente do PT, Rui Falcão, também insistiu na tese do uso político das recentes investigações. Ele declarou que a bancada na Câmara está votando a favor das audiências públicas com autoridades para elucidar os fatos. "Parlamentares apoiaram convocações para fazer esclarecimentos e evitar a manipulação que vem sendo feita por setores da oposição e parte da mídia monopolizada", disse.

Fonte: Brasil Econômico - 24/04/2014
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br