Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

As instituições humanas são, por sua natureza, tão imperfeitas, que, para destruí-las, basta, quase sempre, levá-las às últimas consequências.
Tocqueville. Penseés detacheés
05/03/2014

O peso da fraqueza industrial

Produção caiu 0,5% no quarto trimestre do ano passado e reduziu participação no PIB de 26% para 24,8%, menor patamar desde 2000

SÍLVIO RIBAS

A indústria perdeu importância no Produto Interno Bruto (PIB) e ainda inibiu a atividade econômica em geral. O desempenho do setor no último trimestre apresentou queda de 0,2% na comparação com o anterior e cresceu só 1,5% em relação a igual período de 2012. Conforme dados divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontaram crescimento trimestral do PIB de 0,7% e de 2,3% em 2013, a fatia industrial no PIB caiu de 26%, em 2012, para 24,9%, ano passado. Trata-se da menor presença desde os 27,7% de 2000.

O espaço deixado pelas fábricas foi ocupado pelos serviços, que elevaram o seu peso no PIB, de 68,7% em 2012 para 69,4% no ano passado. Essa foi também a maior fatia alcançada pelo segmento no PIB também desde o fim do século 20. A agropecuária, por sua vez, evoluiu nessa comparação, de 5,3% para 5,7%. A fraca performance da indústria nos últimos meses de 2013 tinha esanimado as expectativas de retomada econômica em 2014.

Para analistas ouvidos pelo Correio, a perda de competitividade internacional da indústria é a principal causa para os números fracos do PIB. Eles temem ainda que limitações do setor agravem a deterioração das contas externas do país, impulsionada pelo avanço de manufaturados importados. "Até quando se manterá o tal equilíbrio na performance da economia, garantido pelo impulso de comércio e serviços com importados? Os números negativos da balança comercial são um alerta", observou Cláudio Dededca, economista da Unicamp.

No último trimestre de 2013, a indústria de transformação cresceu apenas 1,3% em relação aos três meses anteriores, resultado influenciado pela produção de máquinas, material eletrônico e equipamentos de comunicação, de transporte e de refino de combustíveis. "Ao contrário de 2012, a produção e a importação de máquinas e equipamentos cresceram, sobretudo de caminhões e ônibus", informou a gerente da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Pallis.

» Canteiro de obras

A construção civil, que serve de termômetro para as taxas de empregos, ficou estável no quarto trimestre de 2013. Movido a linhas de crédito e a programas oficiais como Minha Casa Minha Vida, o segmento avançou 1,9% no ano passado. Os serviços de utilidade pública (eletricidade, saneamento e limpeza urbana) registraram, por sua vez, o maior crescimento industrial, 3,4%. O desempenho anual de 2,9%, se deveu ao avanço no consumo residencial de eletricidade.

» Contexto adverso

Roberto Giannetti da Fonseca, diretor da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), lamentou "a continuidade do receituário de fracasso da indústria iniciado há uma década", combinando câmbio, tributos e burocracia. O quadro compromete exportações de manufaturas e a competição com importados. Para ele, a mineração, que acumulou queda de 2,8% em 2013, reflete o baixo nível de investimentos.

Fonte: Correio Braziliense
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br