Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

O sabio que tudo sabe é aquele que sabe que nada sabe.
Platão
10/10/2013

Bisbilhotar é legal, diz chefe da CSE

O diretor da Agência Canadense de Segurança nas Telecomunicações (CSE), John Forster, quebrou o silêncio sobre a espionagem contra o Brasil ontem para afirmar que o serviço de inteligência desenvolvido pelo país no exterior é legal. O organismo teria monitorado telecomunicações do Ministério de Minas e Energia (MME), segundo denúncias baseadas em documentos vazados pelo ex-colaborador da Agência de Segurança Nacional (NSA) americana Edward Snowden. As revelações foram feitas pelo jornalista americano Glenn Greenwald que, ao falar à CPI de Espionagem ontem, acusou governos de usarem a bisbilhotagem como ferramenta para aumentar seu poder.

O Canadá, segundo Snowden, integra um consórcio de vigilância com os EUA e outros três países (Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia) conhecido como Five Eyes. Assim como fez o governo americano, John Foster assegurou que os cidadãos de seu país não foram alvo de monitoramento. ?Tudo o que o CSE faz em termos de inteligência externa segue as leis canadenses?, garantiu. Na véspera, o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, disse estar ?preocupado? com o episódio envolvendo o Brasil.

O Canadá protagoniza o mais recente episódio da saga da espionagem que teve como principal alvo o governo brasileiro. As revelações desencadearam uma crise com os EUA depois de documentos mostrarem que nem mesmo as comunicações da presidente Dilma Rousseff foram poupadas. Ontem, o jornal britânico The Guardian afirmou que o governo canadense trocou informações ?confidenciais? com empresas do setor energético. A denúncia reforça a declaração de Dilma de que o objetivo do monitoramento seria econômico.

Além desse interesse, segundo Greenwald, os países buscam aumentar seu poder com o uso da vigilância. Ele e o companheiro, o estudante brasileiro David Miranda, foram ouvidos por parlamentares em Brasília. Miranda, que ficou retido em um aeroporto de Londres por quase nove horas em agosto sob a acusação de transportar informações roubadas, cobrou ações mais vigorosas do Itamaraty em relação ao incidente.

Fonte: Correio Braziliense - 10/10/2013
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br