Pesquisa Notícias:
   
 
INSTITUCIONAL
Sobre a Agitra
Diretoria
Estatuto Social
 
SERVIÇOS
Verbo
Convênios
Turismo
WikiTrabalho
Pesquisa Conteúdo
Fale Conosco
Acesso Restrito
 
DIÁLOGOS COM A AUDITORIA DO TRABALHO

Segurança e as Novas Tecnologias na Construção Civil

Higiene Ocupacional: Quebrando Paradigmas

Afastar-se da média é afastar-se da humanidade; a grandeza da alma humana consiste em saber manter-se ali.
Pascal, Pensés, I,9,17
08/10/2013

Marina tenta acalmar a rede de insatisfeitos

Dois dias depois do anúncio da aliança com o PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e de ter divulgado um vídeo para se explicar à militância da Rede Sustentabilidade, Marina Silva tenta acalmar os apoiadores, irritados e insatisfeitos com a decisão da ex-senadora. O Correio ouviu integrantes da Rede, e o clima ainda é de ?absorver? a coligação com o partido socialista, que deixou a base aliada do governo federal há duas semanas.

Às 20h30 de ontem, a gravação de Marina se justificando, divulgada em um site de vídeos no sábado, tinha sido visualizada por 49 mil pessoas. Enquanto parte dos apoiadores demonstrava compreensão pela conduta da líder, outros não escondiam a decepção. Nas páginas da Rede Sustentabilidade em uma grande rede social, também houve comentários criticando a união.

Na reunião em Brasília que varou a madrugada de sábado, poucas horas antes do anúncio da filiação de Marina ao PSB, a decepção entre os organizadores do partido foi ?ampla e geral?, na definição de um dos presentes no encontro. Houve choro de alguns, que questionaram a aliança. ?Do ponto de vista da manobra política, a escolha de Marina foi de cair o queixo. Porém, do ponto de vista de quem se dedicou a recolher assinaturas para fazer uma nova política, foi uma decepção geral?, contou um dos presentes à reunião.

Representante da juventude da Rede e integrante da comissão estadual, Iara Vicente, estudante de sociologia da Universidade Brasília (UnB), foi uma das que questionaram a parceria entre Marina e o PSB na reunião. Agora, está empenhada em esclarecer, para os colegas, que a filiação é ?transitória?, e o projeto de constituir formalmente a Rede continua. ?A militância está absorvendo a notícia. Pode dar a impressão de que estamos deixando o partido, o que não é verdade. Alguns estão abrigados no PSB em forma de filiação transitória?, disse.

Registro

Iara ressaltou que a formação da legenda não está suspensa até as eleições ? o objetivo é obter o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) antes da disputa de 2014. ?Estamos começando a ver com os diretórios estaduais os próximos passos, a assimilar os fatos e como tocar o projeto para frente?, completou.

A necessidade de ter um partido para continuar na vida política já dividiu os poucos parlamentares que estavam à frente da mobilização para formalizar a Rede. O deputado federal José Antonio Reguffe (DF) decidiu continuar no PDT, por falta de opção. Ele defende que a sigla saia com candidatura própria ao Palácio do Planalto e ao governo do Distrito Federal.

O deputado Miro Teixeira (RJ), que peregrinou com Marina pelos gabinetes dos ministros do TSE há 15 dias, transferiu-se do PDT para o recém-criado Pros. Já Walter Feldman, suplente de deputado federal pelo PSDB de São Paulo, e o colega de Câmara Alfredo Sirkis, que ajudou a fundar o PV, deixaram as respectivas legendas e se filiaram ao PSB. O deputado Domingos Dutra (MA) trocou o PT pelo Solidariedade. Sem mandato, outros organizadores da Rede que pretendem disputar um cargo eletivo em 2014 também se filiaram ao partido de Eduardo Campos.

?A Rede continua como partido, vai se registrar e ser um partido?, reforçou Sirkis. Questionado se os ?filiados transitoriamente? que conseguirem se eleger no próximo ano migrarão para a Rede a partir de 2015, Sirkis não foi tão enfático. ?Provavelmente?, arriscou, destacando ser difícil fazer previsões. ?Principalmente as que se referem ao futuro mais distante.?

Fonte: Correio Braziliense - 08/10/2013
 
+ Clipagem

Reforma da Previdência - 44 coisas que você não pode deixar de saber - Leiam a matéria em anexo. Repense, reavalie esta Reforma da Previdência proposta. Faça sua parte, ajude na di

Negociação coletiva é importante para patrão e empregados - Por André F. WatanabeO mundo do trabalho passa por constantes mudanças. Com elas, os desafios de compreender qu

Carreiras de Estado repudiam estratégia do governo de culpar servidor pela crise econômica - O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) divulgou nesta sexta-feira (1º) nota à imprensa e à sociedade repudiando a es

ANFIP - TCU suspende pagamento de bônus para aposentados - A ANFIP publicou matéria sobre a suspensão do pagamento de bônus para aposentados e pensionista. A notícia está assim re

Dívida Explode. Por que? - Dívida explode. Por que?Auditoria Cidadã da Dívida25/7/2017Hoje os jornais alegam que a dívida pública federal

+ Notícia

 
AGITRA - Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais do Trabalho
home | Fale Conosco | localização | convênios
Av. Mauá, 887, 6ºandar, Centro, Porto Alegre / RS - CEP: 90.010-110
Fones: (51) 3226-9733 ou 3227-1057 - E-mail: agitra@agitra.org.br